De bicicleta, por amor

Ontem me deparei com uma história que imediatamente entrou para a lista das mais fantásticas que já li na vida: é sobre um cara de que vai da Índia à Suécia em busca do amor. De bicicleta! E ele conta que nunca nem gostou muito de pedalar…

Mas não para por aí: a mãe desse cara havia dito que ele se casaria com uma estrangeira do signo de touro, fã de música e dona de uma floresta. Sim, uma coisa bem específica. Daí um dia, em Nova Déli, ele encontrou uma mulher que tinha todas essas características (incluindo a parte da floresta) e, quando ela voltou para casa, ele resolveu ir atrás. Isso foi em 1977. De acordo com a BBC Brasil, onde está este encanto de reportagem, eles tiveram dois filhos e vivem juntos até hoje.

Além de postar aqui para quem ainda não tivesse tido a sorte de ler, também resolvi fazer um desenho em homenagem a eles (sei que não foi bem essa a rota, de acordo com o texto, mas assim ficou mais bonito, entendam como licença poética)!

 

Categorias: Desenhos aleatórios

Deixe uma resposta