As ameixas do trem (ou sobre me obrigar a ver o lado bom do verão)

Ontem, na fruteira da Estação Novo Hamburgo (que ótima coisa uma fruteira na estação de trem!) comprei um lindo saco de ameixas. Daí me dei conta de que ameixas estão, para mim, entre as melhores coisas do verão. E mesmo toda suada, com o cabelo grudado na cabeça e a maquiagem derretendo, me obriguei a pensar em outras coisas bacanas da estação mais inferna… digo, quente do ano. Consegui três (já contando com as ameixas): ameixas, dias longos e comer sorvete sem culpa.

 

A lista das coisas ruins do verão poderia ser bastante longa, mas no fim tudo se resume a: calorão. Se não fosse tão quente, o verão seria perfeito! (Ou seria primavera, que, na minha opinião, é a melhor época!)

Categorias: Desenhos aleatórios | Filosofando sobre a existência

Deixe uma resposta